domingo, 18 de abril de 2010

O primeiro Mentes Livres: Histórias de Cronópios e Famas


Por Eduardo Rocha

Fico imaginando, quais estranhos pensamentos devem passar pela cabeça de uma pessoa que é chamada para participar de um Sarau Surrealista?! Faz-se o convite: “você está convidado a romper com a disciplina e com o hábito. Terá que explorar seus dragões interiores e construir, por algumas horas, suas próprias ilusões não tóxicas”. E aí?! A pergunta fica no ar, seja para quem convidou, como para quem foi convidado. Um pouco de ansiedade e medo, para todos, eu imagino.

Dia 10 de abril, ocorreu na Cidade de Goiás o primeiro Sarau Surrealista denominado Mentes Livres. Em palavras mais familiares para os Waratianos que acompanham o blog, a proposta era carnavalizar a secular Cidade de Goiás com o bom e gostoso Cabaré Macunaíma. O evento faz parte da construção e estruturação do movimento desterritorializado e rizomático chamado Casa Warat. No segundo semestre do ano passado, diversas pessoas de muitos estados brasileiros e da Argentina chegaram à conclusão de que era fundamental que as idéias da Casa Warat espalhassem de forma rizomática e constituíssem um grande movimento desterritorializado. Nesse sentido, foi fundada por um grupo de estudantes e professores da Universidade Federal de Goiás uma Casa Warat na Cidade de Goiás.

Dia 10, completando um mês de atividades, foi realizado o primeiro Sarau Mentes Livres. O tema era “Histórias de Cronópios e Famas”. Foi um momento em que os participantes da Casa Warat puderam vivenciar o famoso livro de Cortazar. Também serviram como referência os filmes vistos ao longo do mês e as leituras realizadas no grupo de estudos. O próximo sarau terá como tema “Histórias Extraordinária”, de Edgar Allan Poe, devendo ocorrer daqui a aproximadamente um mês. Os membros de todas as demais Casas Warat estão, desde já, convocados!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

compartilhar