quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Cores de Anita

O circo - Anita Malfatti
Há 90 anos acontecia no Teatro Municipal de São Paulo a Semana de Arte Moderna, mais conhecida como Semana de 22. Os três dias (13, 15 e 17 de fevereiro) de música, pintura e poesia marcaram a arte brasileira. Participou dessa semana, a jovem pintora Anita Malfatti, que anos antes (1917), fez a primeira exposição de arte moderna no Brasil, quando foi duramente criticada por Monteiro Lobato. 

O tempo mostrou que Lobato estava errado.

Anita é um ícone da pintura brasileira. Suas obras tiveram grande influência sobre Tarsila do Amaral e todos os seus contemporâneos. Sobre as cores e a aventura de pintar, Anita registrou:


La Rentree - Anita Malfatti
"Eu tinha 13 anos, e sofria porque não sabia que rumo tomar na vida. Nada ainda me revelara o fundo da minha sensibilidade[...]Resolvi, então, me submeter a uma estranha experiência: sofrer a sensação absorvente da morte. Achava que uma forte emoção, que me aproximasse violentamente do perigo, me daria a decifração definitiva da minha personalidade. E veja o que fiz. Nossa casa ficava próxima da educada estação da Barra Funda. Um dia saí de casa, amarrei fortemente as minhas tranças de menina, deitei-me debaixo dos dormentes e esperei o trem passar por cima de mim. Foi uma coisa horrível, indescritível. O barulho ensurdecedor, a deslocação de ar, a temperatura asfixiante deram-me uma impressão de delírio e de loucura. E eu via cores, cores e cores riscando o espaço, cores que eu desejaria fixar para sempre na retina assombrada. Foi a revelação: voltei decidida a me dedicar à pintura." Anita Malfatti.

Para conhecer um pouco mais das obras de Anita, vale a pena visitar o blog Obras de Anita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

compartilhar