quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Pela fresta da janela azul

Pessoas...?

A poesia transbordava e

Ele estava presente

O céu cuspia água

Sabor do não sabor

Os seres se despiam

em cena: a fantasia

encena a sina;


Raíssa Ávila.

3 comentários:

compartilhar